Arquivo da tag: modelos

Burberry Holidays + “New” Burberry

burberry.holiday-2015-2  Em uma grande mudança estratégica do chefe executivo e do diretor criativo Christopher Bailey, a marca britânica centenária irá fundir as suas marcas Prorsum, London e Brit em uma única marca: Burberry. A jogada significa o fim de uma estratégia iniciada sob o comando da antiga CEO Rose Marie Bravo e continuada pela sua sucessora, Angela Ahrendts. Nenhum trabalho será perdido no processo de junção das três marcas, que estará completo até o fim do próximo ano. Itens etiquetados com o ‘sozinho novo’, Burberry, irão chegar as lojas no próximo verão.
Bailey revelou a mudança em uma ‘press’ conferência na terça-feira antes da divulgação da campanha dos feriados de fim de ano, que faz referência ao clássico filme inglês “Billy Elliot.” O anúncio da Burberry mostra uma sequência de celebridades pulando para música, por T-Rex.
Quando perguntaram por que imergir as três marcas em uma, a companhia disse que a mudança reconhece a maneira em que os clientes de luxo gostam de experimentar a marca online e offline.
Bailey disse que unindo as três marcas em uma, a Burberry também irá conseguir oferecer “uma experiência mais consistente das coleções.” Essas categorias foram criadas quando a Burberry era 70% atacado e 30% varejo. Agora é o oposto, com as vendas do varejo maiores.
De acordo com Bailey, a mídia social dá a todos “uma visão global instantânea”, as pessoas não se importam mais com fronteiras ou estações, em um mundo que é metade frio e metade quente o ano inteiro.
Em adição ao lançamento da marca consolidada, Bailey disse que a companhia planeja construir uma fábrica em Leeds, na Inglaterra. O investimento inicial na fabrica será de 50 milhões de libras, cerca de 77,2 milhões de dólares – não vou nem me atrever a converter para reais, na atual situação em que vivemos. A marca já encontrou o terreno e planeja abrir a nova fábrica em 2018, com a construção programada para começar no próximo ano, junto com a comemoração de 160 anos da Burberry. “Será uma maior e nova tecelagem e facilidade fabril para o nosso mais icônico produto – o trench,” ele disse. “Nos estamos chamando isto de Projeto Artesão e isto reflete no nosso heritage, tecendo e produzindo o trench na Inglaterra.

festive-burberry-15  Bailey disse que as duas fabricas em Yorkshire que fazem os trenches alcançaram a sua capacidade máxima, e que hoje estão produzindo o dobro de casacos comparado há cinco anos atrás, a Burberry planeja transferir os funcionários existentes nas duas fábricas de Yorkshire para a nova instalação, que irá tecer e fabricar os casacos. Eles também aumentaram o seu programa de aprendizado e adicionou mais 200 novos trabalhos. A nova instalação não é longe das duas antigas em Yorkshire e há um projeto de um trem de alta velocidade em andamento para a região.
Bailey disse que a nova fábrica irá dobrar a capacidade da Burberry de fabricar o seu trench, expandir outras categorias de roupas e empreender a uma produção mais sustentável.
O trench tem consistentemente sido um artista – mesmo no segundo trimestre conturbado da marca que viu uma contração surpresa nas lojas e vendas.

Naomie-Campbell-Rosie-Huntington-Whiteley-Burberry-Campaign-Vogue-30Oct15-Mario-Testino_b_426x639  No lançamento do filme de feriados, na terça-feira a noite as celebridades incluindo Sir Elton John, Julie Walter, James Bay, Romeo Beckham, Naomi Campbell, James Corden, Michelle Dockery, George Ezra, Rosie Huntington-Whiteley e seu irmão, Toby Huntington-Whiteley usaram, cachecóis com monograma, as bolsas sacos, sapatos com franjas, o trench coat e tudo sob trampolins.

festive-burberry-17  Os feriados de fim de ano, são uma estação chave para a Burberry que está trazendo as peças temáticas com entusiasmo. “É a nossa temporada mais importante”, comentou Bailey, que criou o filme de três minutos, acompanhado dos cliques de Mario Testino.
“Christopher é um grande amigo meu, é um grande prazer ajudá-lo a celebrar um filme tão especial ao lado de um grupo tão brilhante de Ingleses,” disse Elton.
Naomi adicionou: “Quando nos chegamos lá, nós vimos todos aqueles trampolins e tinha uma coreógrafa incrível nos ensinando como fazer quilo e ocorreu tão bem.”

festive-burberry-14  Rosie Huntington-Whiteley, que perguntou se eles estavam malucos de colocá-la para pular de saltos altos, que parou orgulhosa olhando para o irmão enquanto pulava em sua primeira campanha com ele, respondeu, quando foi perguntada o motivo que a levou a aceitar fazer parte da campanha: “Eles me puseram no mapa. Eles me fotografaram primeiro, no meu aniversário de 21 anos, e foram extremamente leais a mim desde então. Era o trabalho final quando eu comecei a modelar. Se você era uma garota Burberry, você teria feito isso direito.”
Dos atores e celebridades do clipe, apenas Naomi, Rosi e Romeo já haviam feito campanhas para a marca anteriormente.

Anúncios

1 comentário

Arquivado em alta costura, bolsas, campanhas, celebridades, comércio online, comportamento, designers, editoriais

AOS 47, CINDY CRAWFORD POSA PARA EDITORIAL

Cindy Crawford está de volta. A supermodelo que ficou famosa nos anos 1990 mostra que está em plena forma aos 47 anos e que ainda mantém os traços intactos. Ela é a estrela da nova edição de verão da revista italiana Muse, em editorial feito por Mariano Vivanco. A capa traz Cindy usando apenas um moletom com seu nome e maquiagem minimalista. Além das fotos, um making of também foi disponibilizado, confira:

cindy-1 cindy-2 cindy-3 CINDY-4 cindy-5

Deixe um comentário

Arquivado em celebridades, editoriais, revistas

H&M usa modelos virtuais em e-commerce

A maior rede de fast fashion do mundo, a H&M, agora tem suas peças de underwear e beachwear apresentadas em corpos criados por computador. Sim, foi semana passada que, discretamente, a rede passou a utilizar este formato de apresentação em sua loja virtual. A iniciativa foi lançada sem muito alarde, já prevendo os protestos por parte dos defensores da “real beleza” na moda.

Ao optar por mulheres virtuais, a H&M está dizendo que nem modelos de underwear possuem o corpo perfeito para apresentar as roupas íntimas da marcas. Ou seja, cria-se um corpo virtual para criar desejo de consumo para um corpo real.

A marca se defende dizendo que o foco é a mercadoria, e não a modelo, e por isso optou-se por um corpo mais impessoal e anônimo. Há também a questão dos custos: com o manequim computadorizado, não há gastos de produção, cachê da modelo, fotógrafo, maquiador, stylist…

O assunto deu pano pra manga na Suécia, onde o órgão regulador de publicidade acusou a H&M de apologia à anorexia e de criar um ideal de beleza fora do alcance possível no mundo real.

Deixe um comentário

Arquivado em beleza, comércio online, comportamento, fast fashion