Arquivo da tag: gigi hadid

Balmain e sua história até o atual fenômeno Olivier Rousteing

A Maison Balmain, foi fundada em 1945, por Pierre Balmain, depois de trabalhar com Lucien Lelong e Molyneax, a Maison atendia ao público de extremo luxo da época.

1965 - Pierre Balmain por Reg Lancaster

1965 – Pierre Balmain por Reg Lancaster

Formado em arquitetura, Balmain costuma dizer que “criar roupas é a arquitetura do movimento”.
Pierre lançou saias acinturadas e compridas, criou roupas que chegaram a ser luxuosas demais o que atraiu admiradores da nobreza, Balmain tornou-se estilista exclusivo da Rainha Sirikit da Tailândia e vestiu diversas celebridades como Brigitte Bardot, Marlene Dietrich, Katherine e Audrey Hepburn.

Brigitte Bardor usando um modelo criado por Pierre Balmain

Brigitte Bardor usando um modelo criado por Pierre Balmain

1960 - Rainha Sirikit usando Balmain

1960 – Rainha Sirikit usando Balmain

Foi o pioneiro do prêt-à-porter, conseguiu adaptar a silhueta francesa de suas roupas para as americanas, onde abriu filiais em 1951, foi figurinista de 16 filmes e chegou até a criar uniformes para aeromoças.
Pierre sempre utilizou cores claras, peles nas extremidades das roupas, e marcou seu estilo com estolas e paletós por cima de vestidos justos.

1951 - Jeanine Holland e Pierre Balmain

1951 – Jeanine Holland e Pierre Balmain

   Ao que essa história de celebridades, marca luxuosa, holofotes se assemelha? Ao atual estilista de sua Maison.
Após a sua morte, em 1982, a Balmain passou por Erik Mortensen, seu braço direito, Oscar de la Renta por 12 anos e Christophe Decarnin de 2002 até 2011 até chegar nas mãos do atual diretor criativo: Olivier Rousteing.
   Chegamos ao foco: Olivier Rousteing.
Francês, jovem, adotado, negro, lindo, facilmente confundido com algum modelo nas diversas selfies suas que circulam com suas celebridades, amigas preferidas.

Olivier Rousteing

Olivier Rousteing

Fenômeno, talvez este seja o adjetivo adequado para Rousteing que fez da Maison Balmain e suas roupas motivo de desejo mundial, além de promover um auto-marketing incrível em seu trabalho desde 2011.
Formado pela ESMOD em 2003, começou a sua carreira como assistente de designer na Roberto Cavalli, tendo de se mudar para Itália, onde ficou por seis anos até voltar para Paris como assistente de Decarnin.
De acordo com o próprio Rousteing o seu período como assistente na Cavalli, o ensinou a ser comercial, ‘a Cavalli é um império enorme, onde você tem tudo o que quer em poucos dias’, disse Olivier. Além do comercial, a moda italiana o ensinou a ser arrojado e reativo, sobre ter de fazer muitas coleções por ano, porém que não aprendeu sobre bom gosto, Rousteing não aprovava o que Roberto Cavalli fazia, gostava mais do passado da marca.
Em 2009 Rousteing entrou para a Balmain e com 25 anos em 2011 ele assumiu a marca, como diretor-criativo.

Primeira coleção de Rousting como diretor criativo da marca, Spring Summer 2012, Olivier mixou o estilo mexicano com o glamour de Vegas

Primeira coleção de Rousting como diretor criativo da marca, Spring Summer 2012, Olivier mixou o estilo mexicano com o glamour de Vegas

Suas amizades com a realeza Holyoodiana o ajudaram a ter o status de “designer que todos querem na discagem rápida”, pessoas de fora da industria fashion começaram a prestar atenção nele, graças a sua proximidade com Kim Kardashian e Kanye West, que inclusive estrelaram uma campanha da Balmain no ano passado e sempre estão presentes na “front row” de seus desfiles.

Intitulada como

Intitulada como “Balmain Love” a campanha de menswear foi estrelada pelo casal West

Além da relação com o casal West, Rousteing tem uma proximidade com o outro lado da família: as Jenners, que também vieram a estrelar sua campanha das irmãs supermodels: Kendall, Kylie, Gigi, Bella Hadid junto com Erika e Joan Smalls.

Campanha Outono Inverno 2015 - Sisters Campaign

Campanha Outono Inverno 2015 – Sisters Campaign

Todo esse marketing que os novos rostos da grife, fora as supermodels do momento além das Victoria’s Secret Angels, Cara Delevinge, Joan Smalls, Jourdan Dunn, fez com que toda garota quisesse fazer parte do chamado “Balmain Army”. É incontável a lista de celebridades que vestem as criações de Olivier Rousteing podemos citar algumas: Jennifer Lopez, Beyoncé, Rihanna – amiga pessoal de Olivier – e Jane Fonda.
Olivier chegou a um patamar que talvez só podemos comparar com o fenômeno que Gisele é para as modelos e Testino para os fotógrafos de moda – na atualidade.

Ele sempre tem os nomes mais cobiçados desfilando em seus desfiles, depois de brilhar na semana de moda de Paris, com o desfile aberto pela brasileira Carol Ribeiro, foi a vez da sua coleção para a H&M, a colaboração mais esperada do ano “Balmain x H&M” e mais uma vez sua “army” estava completa no desfile em Nova York.


Como grande parte das roupas da Balmain, sua linha para a H&M não poderia ser diferente, muitos bordados, pérolas, o estilo que Rousteing trouxe para a Balmain, fora a sua pegada asiática em diversos bordados e estampas, porém com o mesmo ar sexy e rock de sempre.

Coleção cápsula Balmain para H&M

Coleção cápsula Balmain para H&M

Balmain x H&M

Balmain x H&M

Balmain x H&M

Balmain x H&M

Com todas as suas amizades, influências e talento indiscutível, Olivier Rousteing, assim como seus clientes, celebridades e amigos possui uma legião de 1,5 milhões de seguidores no intagram. Já a Maison para a qual trabalha possui impressionantes 2,6 milhões, fazendo da Balmain a número um das casas francesas em seguidores, sendo a única a ultrapassar o um milhão.
O talento de Rousteing é gigantesco como designer, mas é inegável o seu poder de marketing pessoal e marketing para a marca, obviamente isso fez o faturamento da maison aumentar desde que ocupou o cargo de diretor criativo e assim será enquanto Rousteing manter seu ciclo super exclusivo e feeling incrível.

1 comentário

Arquivado em alta costura, brasil, campanhas, celebridades, comércio online, desfiles, desfiles internacionais, estilista