Sneakers podem virar creepers

Os Creepers, ou Brothel Creepers como eram chamados primeiramente, surgiram durante a II Guerra Mundial, quando soldados usavam botas de camurça com sola de crepe extremamente resistentes para enfrentar o clima da África do Norte.

No final dos anos 1950 estes calçados voltaram a ser usados pelos Teddy Boys, homens jovens usando roupas inspiradas nos estilos da era eduardiana, associados ao rock and roll e ao rockabilly tocado por músicos norte-americanos.

Na década de 70, com o surgimento do punk rebelde, os creepers recuperaram a popularidade quando Malcolm McLaren e Vivienne Westwood (namorados na época) abriram uma loja em Londres chamada “Let it Rock” e começaram a comercializar o modelo, que fez um enorme sucesso.

Nos anos 90 eles voltam transformados pelos seguidores da cultura clubber.

A moda evolui e se transforma em um ritmo cada vez maior e os creppers comprovam essa rápida evolução.

Esse tipo de calçado é tão individual quanto as pessoas que o usam, aparecendo em uma variedade de estilos, tecidos e cores.

Costumavam ser usados por amantes do estilo punk e atingiam apenas o público masculino, porém grandes marcas começaram a olhar para este modelo de calçado com outra visão e introduziram os creepers ao público feminino.

A Balenciaga trouxe em sua coleção Verão 2011/12 os creepers, ou calçados rockabilly, com design inovador e em diferentes cores (estamos falando de uma coleção lançada há dois anos atrás).

Depois desse tempo todo, vimos na passarela da Triton Inverno 2012, no desfile da Chanel Resort 2013 e na coleção Esdra Verão 2013 o retorno dos creepers.

Triton SPFW Inverno 2012

Chanel Resort 2013

Esdra Verão 2013

Mas a Esdra trouxe para a coleção verão 2013 um modelo de creepers com novas proporções, cabedal pastel, sola branca e absurdamente feminino.

Esdra Verão 2013

Sarah Scheffel, diretora e estilista da marca, mais uma vez traz inovação e estilo ao mercado brasileiro: transformou o creeper, um modelo de sapato masculino, em um sapato feminino extremamente elegante e que promete ser um produto de desejo entre consumidores, admiradoras da marca e fashionistas, com o mesmo sucesso ou maior que foram os slippers e estão sendo os sneakers.

Sempre trazendo tendências internacionais para as suas coleções, Sarah foi a responsável por introduzir o sneaker de plataforma embutida ao mercado nacional e, agora, os creepers versão feminina.

A Esdra é uma marca que vem crescendo cada vez mais, tudo o que ela traz de inovação vira sucesso imediato e, assim,  fazendo com que outras marcas comecem a observar o que é realmente bom. Afinal, não foi à toa que diversas marcas nacionais trouxeram os sneakers de plataforma embutida para suas coleções.

O trabalho de observação da concorrência no Brasil é enorme. Hoje temos mais sneakers de plataforma embutida inspiracionais Esdra no varejo de calçados brasileiros do que da marca original.

Assim se faz varejo e negócios  de calçados no Brasil. Portanto, a sinalização dos creepers é só um começo e, novamente, a designer Sara Scheffel desenvolve com primazia,  proporção e estilo algo improvável para a provável super vendas e desejos da consumidora neste verão 2013 e, quem sabe, futuro inverno 2013.

Alguém dúvida que pode acontecer?

Fique atento!

Anúncios

5 Comentários

Arquivado em calçados, creepers, Verão 2013

5 Respostas para “Sneakers podem virar creepers

  1. jose roberto schneider

    Mais uma vez venho aqui, para descrever minha satisfacao a ler uma reportagem tao clara e descritiva sobre o caminho da moda no mercado nacional e internacional. Meus parabens novamente.

  2. Pingback: Calçados masculinos inverno 2013: marcas apostam na mistura do social com o esportivo | Penso Moda Fanny Littmann

  3. Pingback: Vans anuncia modelos de creepers | Penso Moda Fanny Littmann

  4. Pingback: Zero Grau Inverno 2013 – Esdra | Penso Moda Fanny Littmann

  5. Pingback: FASHION RIO: 2ND FLOOR, FILHAS DE GAIA E ALESSA | Penso Moda Fanny Littmann

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s